Aprenda os truques de uma parede de tijolos

Cheias de personalidade, as revestidas com o chamado tijolinho viraram ‘queridinhas’ e são protagonistas na decoração da residência

As paredes internas revestidas com os famosos ‘tijolinhos’ viraram mania. Elas são capazes de valorizar qualquer ambiente e são fáceis de combinar com a decoração do resto da casa. Mais do que isso, quando ‘eleitas’ viram uma espécie de protagonista do cômodo. Para a arquiteta Fabiana Silveira, do SP Estudio, a explicação para o tal sucesso é simples: o tijolinho é um elemento neutro e ao mesmo tempo tem muita personalidade. “Um tijolinho mais reto é um pouco mais moderno, enquanto o mais irregular traz rusticidade”, diz ela sobre os acabamentos da peça.

Para quem não vai começar uma residência do zero e quer os tijolinhos aparentes em sua casa ou apartamento já construídos, basta descascar a parede, removendo o reboco. Com isso é possível verificar o tipo de tijolo que está ali por baixo. É mais comum achar tijolos de olaria em casas mais antigas, por exemplo – imóveis novos terão blocos de concreto ou tijolo baiano. E não se chateie caso os tijolos achados por debaixo do reboco tenham alguns defeitos, buracos ou irregularidades. Isso traduz os anos que aquela parede tem e dá ainda mais originalidade ao espaço.

Elas são capazes de valorizar qualquer ambiente e são fáceis de combinar com a decoração do resto da casa (Foto: Reprodução/Pinterest)

Elas são capazes de valorizar qualquer ambiente e são fáceis de combinar com a decoração do resto da casa (Foto: Reprodução/Pinterest)

A partir daí, é necessário fazer a remoção de todo o reboco, com cuidado para não machucar ou danificar tanto o tijolo. Contratar uma mão de obra especializada pode ser mais interessante neste caso, já que o esse processo requer certa habilidade. Vale também optar por uma parede de tijolos “não original”. Hoje em dia é possível comprar meio-tijolo ou a capinha de tijolo para revestir o ambiente por cima do que já se tem.

O tijolinho aparente pode até remeter a algo moderno quando se pensa em decoração, mas trata-se de um elemento histórico na arquitetura brasileira. Segundo Fabiana Silveira ele faz parte da nossa cultura e diz respeito principalmente ao conforto. “Não acredito muito em moda, mas sim na intenção e no desejo que se quer em cada ambiente quando se fala em uma parede de tijolos aparente”, opina a profissional.

O tijolinho aparente pode até remeter a algo moderno quando se pensa em decoração, mas trata-se de um elemento histórico na arquitetura brasileira (Foto: Reprodução//Pinterest)

O tijolinho aparente pode até remeter a algo moderno quando se pensa em decoração, mas trata-se de um elemento histórico na arquitetura brasileira (Foto: Reprodução//Pinterest)

Depois de feita, a parede pode receber quaisquer tipos de ornamentos, como quadros e luminárias penduradas. O uso de objetos é livre, mas o melhor na hora de pendurar as peças é furar sempre nos rejuntes para não correr o risco de rachar o tijolo. “O equilíbrio pode ser proposto pelo uso de quadros na própria parede de tijolos, ou ainda compondo as outras paredes do ambiente com papel de parede ou tecido, sempre em tom mais neutro. Nos móveis, se a ideia é quebrar a rusticidade, aposte em móveis com formas mais retas e acabamentos brilhante”, orienta a arquiteta Patricia Cillo, do Figoli-Ravecca.

Nos móveis, se a ideia é quebrar a rusticidade, aposte em móveis com formas mais retas e acabamentos brilhante (Foto: Reprodução/Pinterest)

Nos móveis, se a ideia é quebrar a rusticidade, aposte em móveis com formas mais retas e acabamentos brilhante (Foto: Reprodução/Pinterest)

Categorias: Decoração

Deixe uma resposta